quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

MetalMorphosis - Volume I (2017) USA



Lembras-te dos hard rockers dos anos 80 Black 'N Blue? Bem, a banda ainda está ativa, mas o guitarrista Brandon Cook tem um novo projeto paralelo chamado METALMORPHOSIS que lançou o seu álbum de estreia "Metalmorphosis Volume I" alguns dias atrás.
A banda de Portland, Oregon consiste em Larry Smith o vocalista; Cook na guitarra, baixo, teclados e coro; e Andrew Korn na bateria, além de vários convidados.
Ao longo dos anos, estes músicos lutaram muitas batalhas de rock e fizeram turnês com alguns dos maiores nomes do Rock and Roll, onde as palmas de muitos rapazes e raparigas ecoaram alto nos salões de Nova York, Tóquio, São Francisco, Portland e Los Angeles
As músicas em "Metalmorphosis Volume I" são remodelação de músicas de outros artistas - não do gênero Rock - feito com um estilo de rock and roll.
O tema de abertura 'Luck Be a Lady Tonight' foi feito popular décadas atrás por Frank Sinatra, mas nas mãos de METALMORPHOSIS, transformou-se num heavy rocker com grandes guitarras, vozes poderosas e um ritmo enérgico.
Os riffs de Brandon Cook em todo o disco estão surgindo, enquanto a voz de Larry Smith é como um cruzamento entre Brian Vollmer (Helix) e Robin McAuley (McAuley Schenker Group, Grand Prix, etc.).
Frank Sinatra também fez uma versão famosa de 'Night and Day' (composta em 1957), e METALMORPHOSIS 'transformaram' - quase irreconhecível - num escuro heavy rocker com a vibração de George Lynch.
Popularizado por Billie Holiday, 'Good Morning Heartache' é completamente reorganizado numa densa, música dark heavy estilo Black Sabbath.
Novamente de Sinatra, há 'Strangers in the Night' ... vais ficar surpreso com o som obtido tipo DIO.
'My Favorite Thing' foi cantada por Julie Andrews, nos anos 60 no filme musical do mesmo nome. Adicionando guitarra acústica (e elétrica) na veia de Led Zeppelin em "IV", não vais acreditar quanto boa é a versão dos METALMORPHOSIS. Incríveis atmosferas e um verdadeiro som Zepp.
Já pensaste o que Annie Lennox e 'I Put a Spell on You' poderia ser refeito num estilo metal dos EUA dos anos 80? Aguarda até ouvires esta versão, incluindo um pequeno solo de bateria também!
Tirado de Oliver! The Musical, 'Food Glorious Food' é feito com um estilo Queen de 1977, 'Hit the Road' de Ray Charles com um som elétrico cheio de estilo Lez Zeppelin, 'Anything Goes' de Cole Porter tem um som estilo Depeche Mode, então Nat King Cole e 'The Party's Over Lyrics' é feito na veia de uma faixa de metal Black 'N Blue / Helix.
As versões de músicas não relacionadas ao Rock foram feitas extensivamente nas últimas duas décadas, mas METALMORPHOSIS são diferentes. Enquanto as músicas escolhidas são realmente inesperadas, a verdadeira diversão aqui é a forma como estas foram transformadas.
Estes músicos homenageiam os grandes nomes, como Led Zepp, Sabbath, Scorpions, etc. em termos de som - mesmo a era do hair metal -, mas usando músicas que foram compostas com uma abordagem absolutamente diferente em mente. E funciona muito.
Se ninguém te disser de onde essas músicas vêm, tu pensarias que estas são originais.
Muito, muito mais do que apenas um álbum de "covers", "Metalmorphosis Volume I" vai surpreender-te.

  



Temas:
01 - Luck Be a Lady Tonight
02 - Night and Day
03 - Strangers in the Night
04 - Good Morning Heartache
05 - My Favorite Things
06 - I Put a Spell on You
07 - Food Glorious Food
08 - Hit the Road Jack
09 - Anything Goes
10 - The Party's Over
Banda:
Larry Smith - Lead and Bkg Vocals
Zen Brandon Cook - Guitar, Bass, Keyboards, Bkg Vocals
Andrew Korn - Drums, Keyboards, Bkg Vocals
Outros músicos:
Danny Obadia - Piano and B3 Organ
Laura Cunard - Bkg Vocals
Josh Lava - Strings and Eno-isms
Sam Bevan - Bass on 'Anything Goes'


Sem comentários:

Publicar um comentário