quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

All For The King - All For The King (2017) Suécia


ALL FOR THE KING é uma nova banda da Suécia que apresenta a sua estreia auto intitulada, uma mistura de classic metal / hard rock e heavy moderno. A banda é formada por musicos com estilos diferentes; o guitarrista fundador Erik Tilling vem do metal, o vocalista Ricard Hulteke tem as suas origens no soul & gospel (embora ele cante para os hard rockers Empire 21), Johan Tjernström é o baixista na Ole Børud Band (Westcoast), enquanto que Richard Tonyson toca bateria para várias bandas.
O resultado é um álbum de heavy rock original com um som moderno.
Sim, o som de "All For The King" é moderno, mas o suporte principal da composição é clássico dos anos 80 e 90. Além disso, o estilo de Tilling é fortemente influenciado por Tony Iommi (especialmente os riffs), enquanto os vocais de Hulteke são claramente uma reminiscência de Glenn Hughes. Ele não alcança tão alto quanto Glenn, mas Ricard tem mais profundidade e peso.
Há um riff bastante pesado no tema de abertura 'I Am God', mas é no seguinte 'The Old Man', onde ALL FOR THE KING mostra o seu estilo musical real: os versos são densos, mas abruptamente, o coro é extremamente melódico, adornado com teclados posicionados com inteligência.
'I Belong To You' é ainda melhor, na verdade, um dos destaques. É um moderno hard rocker conduzido por um riff quebrado, e o coro é poderoso e altamente melodioso ao mesmo tempo. As vozes são cristalinas (como em todo o disco) e um prazer de ouvir, o tom perfeito.
A banda tenta algo diferente com o midtempo 'Never Back Down', eu encontrei 'Not Mehamed' semelhante a uma antiga música da Lynch Mob, enquanto 'Rules Of Love' é muito comercial com um coro contagioso.
Talvez o meu tema favorito no CD, em 'Alive' ALL FOR THE KING mostra outro lado. Os heavy riffs desapareceram aqui em favor de escalas e padrões clássicos de melódico hard rock, muitos teclados e com um doce coro. Grande música!
Mais variação aparece em 'Going Blind' com um pouco de Queensryche dos anos 90, então a faixa do título 'All For The King' traz à mente Ian Gillian nos Black Sabbath dos anos 80 (há órgãos clássicos que reforçam a vibração).
Misturando sons clássicos e modernos, mas sempre governados pela melodia, "All For The King" é uma estranha estreia desta nova banda sueca. Enquanto a banda tem letras de fundo religiosas são muito interessantes com um apelo social global.
O que eu gosto de ALL FOR THE KING é a sua variação, todas as músicas são diferentes, mas o álbum resulta muito coeso. Vais encontrar músicas muito boas, vozes claras e produção polida.





Temas:
01 - I Am God
02 - The Old Man
03 - I Belong To You
04 - Never Back Down
05 - Not Ashamed
06 - Rules Of Love
07 - Alive
08 - Going Blind
09 - All For The King
10 - Salt Of The Earth
Banda:
Ricard Hulteke - Vocals
Erik Tilling - Guitars
Johan Tjernström - Bass
Richard Tonyson – Drums




Sem comentários:

Publicar um comentário