terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Platens - Between Two Horizons (2004) Itália


Este projeto de nome estranho está centrado em torno de Dario Grillo, um vocalista italiano mais conhecido por seu trabalho com o grupo metal Thy Majestie. Porém, este álbum não é metal, é uma coleção de faixas de melódico rock que variam de AOR a músicas um pouco mais progressivas.
A tentativa de Grillo no melódico rock deve ser aplaudida. Suas músicas são bastante originais, mas existem elementos familiares suficientes para torná-las facilmente acessíveis. Nem toda música é um sucesso, há alguns momentos menos interessantes e sinuosos aqui, mas coisas como "Here I Am", "Can Feel It", "Into The Fire" e "Chasm Of Madness" são realmente excelentes.
O som AOR-Progressivo dos Platens não é algo que se encontra com muita frequência nos dias de hoje, e é preciso voltar alguns anos para encontrar comparações. O fato de os vocais de Grillo me lembrarem muito Tracy White, faço comparações inevitáveis com sua banda Shotgun Symphony. Outros nomes que surgiram ao ouvir isso foram Prophet, CITA e até Bon Jovi ... o último provavelmente foi causado pelas teclas "Runaway'ish" de "Into The Fire".
Em suma, uma surpresa positiva. Muitos elementos - a capa de ficção científica padrão do Frontiers, nome estranho e o título do álbum - levaram-me a esperar outro álbum conceitual prog chato, mas isto era outra coisa.




Temas:
01. Here I Am
02. Your Heart Will Claim His Truth
03. My Reason
04. Angel`s Cry
05. Chasm Of Madness
06. Between Two Horizons
07. Can Feel It
08. Into The Fire
09. Check It Out
10. The Last Kiss
11. Waves Of Sea
Banda:
Dario Grillo Vocals, All Instruments
Alessandro Grillo Drums
Alessandra Amata Backing Vocals






Sem comentários:

Publicar um comentário