sábado, 31 de agosto de 2019

POST DA SEMANA Saint Deamon - Ghost (Japanese Edition) (2019) Suécia



Todos a bordo! O navio dos Saint Deamon está pronto para navegar das costas escandinavas para enfrentar uma nova aventura entre os mares mais impetuosos e agitados. Iça as velas, segura firme e deixa-te levar por uma onda poderosa e envolvente de melódico power metal eletrificado por riffs super-rápidos, episódios clássicos, com numerosas passagens sinfónicas, além de sugestões folclóricas e orquestrais para completar uma jornada em nome da adrenalina mais emocional; tudo narrado com perfeição pela voz versátil de Jan Thore Grefstad, ex-vocalista dos noruegueses Highland Glory. Este é "Ghost", o disco feito pela banda de Orebro que vem assim cortar o importante objetivo do terceiro álbum produzido na sua carreira, onze anos após o último "Pandeamonium" e especialmente órfão de seu fundador Ronny Millianovicz, substituído em 2011 por Jarle Byberg, baterista, entre outros, da banda de black metal do Urgehal. Uma deserção que, no geral, não afetou a qualidade e o sucesso do novo lançamento, que, portanto, excede com nota máxima o fatídico teste decisivo. Então vamos levantar a âncora e entrar nos quartos escuros da embarcação nórdica, onde um apito de pirata nos apresenta o divertido e supercarregado tema de abertura. "Captain Saint D" é a coisa mais festiva que tu podes pedir, como evidenciado pelo mesmo videoclipe feito para o lançamento da música: uma marcha decisiva marca as palavras levantadas por Grefstad até a explosão global do refrão. Um precursor ideal que teríamos ouvido com prazer na banda sonora de um dos filmes de Jack Sparrow e seu Pérola Negra. O primeiro dos catorze motivos, para um total de setenta minutos de metal poderoso e melódico, na companhia dos quatro matadores escandinavos. Por um lado, mais temas atraentes e fascinantes, como "Call My Name" e "Return Of The Deamons", por outro lado, épicos comemorados em músicas como "Break The Sky" ou mesmo a faixa-título, com um sabor narrativo adequado. Mas não apenas: para acompanhar poderosas músicas de matriz pesada ("Limelight Dreams") nas quais a voz do vocalista norueguês alcança timbres semelhantes a Ronnie James Dio, há nuances de puro estilo progressivo ("Hell's Calling" e "Somewhere Far Beyond") experiências acústicas ("Earth Is Alive"), mais populares ("Land Of Gold"), demonstrando a versatilidade técnica dos Saint Deamons. E se é verdade que nem todos os capítulos de “Ghost” conseguem capturar o ouvinte imediatamente, em geral o regresso da banda certamente encantará todos os amantes de bandas como Hammerfall e até Stratovarius. O navio Saint Deamon partiu oficialmente, toma o teu lugar.





Temas:
01. Captain Saint D
02. Call My Name
03. Return Of The Deamons
04. Ghost
05. Limelight Dreams
06. Hell Is Calling
07. Earth Is Alive
08. Land Of Gold
09. Higher
10. Somewhere Far Beyond
11. The Exodus, Part II
12. Journey Through The Stars
13. Break The Sky
14. Resurrection
15. The Voice Within (Japan Bonus Track)
Banda:
Jarle Byberg - Drums (Blåhø, Obscuring Veil, So Much for Nothing, Urgehal, Vulture Lord, ex-Philomel's Epitaph, ex-Crest of Darkness, ex-Den Saakaldte, ex-Endezzma, ex-Nàttsòl, ex-Shining, ex-Voluspaa, ex-Craft (live), ex-In Lingua Mortua, ex-Where Angels Fall, ex-Amaroc)
Magnus "Nobby" Noberg - Bass (Nation, ex-Dionysus)
Toya Johansson - Guitars
Jan Thore Grefstad - Vocals (Divided Multitude, Highland Glory, Sea of Dreams, ex-Frostmoon, ex-Wild Willy's Gang)










Sem comentários:

Publicar um comentário