terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Heavatar - Opus II - The Annihilation (2018) Alemanha



Quando Stefan Schmidt (voz, guitarra) não está promovendo a banda de metal a capella Van Canto, ele está dirigindo seu projeto Heavatar. Schmidt e Heavatar ganham inspiração de compositores de música clássica para criar o seu melódico heavy power metal. Ou como Schmidt perguntou: "Como isso soaria, se Beethoven, Mozart, Chopin e amigos se juntarem a uma banda de metal?" Vamos descobrir com sua última criação Opus II - The Annihilation.
Ou talvez não. Nós só temos a palavra de Schmidt. Aparentemente, Puccini informa os acordes de None Shall Sleep. A pequena abertura do piano para Hijacked By Unicorns (o título da música excelente, por sinal) é de Chopin para criar uma mistura de heavy metal. Se houver uma referência reconhecível a um grande compositor clássico, ele vem com a faixa-título, The Annihilation, onde Heavatar rouba a abertura inconfundível da quinta sinfonia de Beethoven.
Então, Schmidt acrescenta que as ideias são de Mendelssohn, Boellmann e Vivaldi. Mas o que essas ideias musicais são e onde elas aparecem não são tão óbvias. Com músicas como A Broken Taboo, A Battle Against All Hope e o mais suave é An Awakening, os Heavatar adiciona uma camada sinfónica básica sintetizada para dar às músicas uma sensação "clássica". Com A Battle Against All Hope tu podes notar uma presença mais forte de "violino". Para a clássica sinfonia pura, há uma versão orquestral do A Look Inside como uma faixa bónus. Além disso, com o Metal Daze, os Heavatar fazem uma cover dessa grande composição clássica de Manowar. Mas todos disseram que o Opus II - The Annihilation dos Heavatar simplesmente soa como o tradicional heavy/power metal com um toque de nuances sinfónicas e clássicas. Não há nada de novo lá, mas soa bastante épico.





Temas:
01. None Shall Sleep
02. Into Doom
03. Purpose of a Virgin Mind
04. Hijacked by Unicorns
05. The Annihilation
06. Wake up Now
07. A Broken Taboo
08. An Awakening
09. A Battle Against All Hope
10. A Look Inside
11. Metal Daze (Manowar cover)
12. The Look Inside (Orchestral Version)
Banda:
Jörg Michael - Drums (Headhunter, ex-House of Spirits, ex-Surgeon, ex-Avenger, Devil's Train, ex-Axel Rudi Pell, ex-Grave Digger, ex-Mekong Delta, ex-Rage, ex-Running Wild, ex-Saxon, ex-Soulslide, ex-Stratovarius, ex-Unleashed Power, ex-Glenmore, ex-X-Mas Project, ex-Living Death, ex-Der Riß, ex-Laos (Gudrun Laos))
Sebastian Scharf - Guitars (lead) (Punish My Heaven (live), ex-Fading Starlight)
Stefan Schmidt - Guitars (rhythm), Vocals (lead) (Van Canto, ex-Jester's Funeral, ex-Fading Starlight)
Daniel Wicke - Bass (ex-Jester's Funeral, In Legend)




Sem comentários:

Publicar um comentário