domingo, 17 de novembro de 2019

Bombus - Vulture Culture (2019) Suécia



Já passou uma década desde que Bombus lançou o seu primeiro disco, agora apresenta seu novo disco intitulado, 'Vulture Culture', que é o seu quarto disco. Este é um álbum com novas músicas, onde se nota a evolução de sua própria sonoridade, sempre procurando ir um passo más alem, algo que se agradece.
Em 2019 os Bombus se converteram num quinteto com a entrada do guitarrista Simon Solomon, um novo membro que permite á banda um triplo ataque de guitarras e estes não precisavam exatamente de força. Com o tempo, Bombus desenvolveu seu próprio som, combinando várias influências musicais num caldeirão musical que novamente se manifesta neste 'Vulture Culture', onde os coros são novamente um ponto de sucesso nas suas composições. Logo é uma saborosa combinação de elementos punk, hard rock e metal.
'Vulture Culture' foi gravado com o produtor Daniel Johansson, mixado e masterizado pelo respeitado guru do estúdio Jens Bogren (Opeth / Katatonia / Dimmu Borgir), com quem eles já trabalharam em seu LP anterior, ' Repeat till Death ', de 2016. De acordo com Feffe, o resultado de trabalhar com esses renomados titãs do som é que 'Vulture Culture' simplesmente transborda de ideias brilhantes e um emocionante entendimento de química coletiva.
A primeira faixa "A Ladder - Not a Shovel" marca um ótimo começo para o álbum. Uma música em mudança e bastante extensa (6:10) para abrir um disco, em que eles imediatamente deixaram o poder da guitarra recém-adquirida brilhar. O segundo "(You Are All Just) Human Beings", arranca com algumas guitarras muito épicas, mas depois se transforma, tu te perdes o tempo todo, nunca sabes para onde elas vão tocar. "Mama" é outra ótima música: o ritmo mais lento e o segundo mais extenso do disco. "It's All Over" uma balada sombria, com bons solos de guitarra. Enquanto "In the Shadow" mostra algumas influências dos Motörhead, especialmente na linha de baixo dominante que é o condutor da melodia.
Em "We Lost A Lot Of Blood Today", eles te deixam com mel nos lábios, tu achas que ele vai evoluir, mas nunca chega a isso e se tem um fim abrupto. Eu gosto da acidez do tema principal, "Vulture Culture", fúria e força. No começo de "No Two Wolves and One Sheep", liricamente se refere a Elvis, esta é uma música que evolui para um caleidoscópio de sons. Reviravoltas é o que eles oferecem do princípio ao fim. Tu não podes perder o final, com o poderoso "Feeling Is Believing", com mais ganchos e guitarras de metal que são muito boas.
Sem dúvida, eles compuseram uma obra brilhante, que destaca o som bombástico, riffs maciços e grandes coros. Bombus na sua forma mais pura.





Temas:
1. A Ladder – Not A Shovel
2. (You Are All Just) Human Beings
3. Mama
4. It’s All Over
5. In the Shadows
6. We Lost A Lot Of Blood Today
7. Vulture Culture
8. Two Wolves and One Sheep
9. Feeling Is Believing
Banda:
Feffe (Guitar & Vocals)
Matte (Guitar & Vocals)
Peter (Drums)
Ola (Bass)
Simon Solomon (Guitars)








Sem comentários:

Publicar um comentário