terça-feira, 10 de setembro de 2019

Firstbourne - Pick up the Torch (2019) USA


Obtendo exposição internacional por meio do seu álbum de estreia, Riot, em 2016, os FirstBourne de Massachusetts é uma banda de melódico power metal de quatro elementos com influências do hard rock / neoclássico. Eles ganharam prêmios internacionais com sua música, também aproveitando a oportunidade para fazer uma turnê na China continental. A ex-vocalista Adrienne Cowan (Seven Spiers, Winds of Plague) deixou o cargo devido a suas inúmeras outras atividades de banda / música - mas a banda segue em frente, ganhando uma nova cantora sólida e gravando este álbum Pick Up the Torch. Consistindo em novas versões de músicas do álbum anterior com sua formação atual, além de material adicional e uma cover de encerramento - são 16 faixas, uma jornada de quase uma hora nas sensibilidades melódicas da banda e atenção aos ganchos atraentes em todo o álbum.
O guitarrista Mike Kerr tem as habilidades de estilo heroico para deslumbrar e hipnotizar, um músico experiente com todas as habilidades certas - mas sabe como colocar essas habilidades no contexto apropriado para que uma banda alcance um número maior de seguidores do que o campo dos músicos. Ouça sua batida / arpejo contra um desfile de riffs viciantes para “Control”, enquanto seu blues, Ozzy conhece o charme de Dokken, sai nas “Breaking Chains”, mais acessíveis comercialmente. A seção rítmica do baixista Ven Thangaraj e do baterista Joe Bertola sabe como apoiar as músicas com tato e delicadeza, ganhando sua parcela de acréscimos durante a direção de “New Tomorrow”, especialmente durante os versos propulsivos. Escolhendo um vocalista masculino em Ian Raposa (Without Warning), FirstBourne não perdeu força com sua voz de várias oitavas - partes iguais de AOR e atmosfera de metal claramente evidentes na sua confiança e potência. Adequado a uma balada como “When Morning Breaks” e ao otimista “For Now”, sua versatilidade deve continuar a receber o reconhecimento dos FirstBourne em escala local / nacional / internacional - Bruce Dickinson, Russell Allen e Todd Michael Hall of Riot são três comparações que eu usaria para descrever o que Ian pode fazer ao longo do álbum.
A cover de “Rising Force” obviamente presta homenagem a Yngwie J. Malmsteen - respeitoso e abraçando o espírito da influência do homem no power metal neoclássico. No final, os FirstBourne oferecem aos ouvintes um conjunto sólido de músicas que são melódicas e poderosas, cativantes e divertidas - lembrando muitas bandas dos anos 80 / início dos anos 90 dos reinos do rock e metal.





Temas:
01. Intro
02. Home
03. Truth of the Lion
04. Control
05. New Tomorrow
06. When Morning Breaks
07. My Choices
08. Breaking Chains
09. Riot
10. Firstbourne Heart
11. Pretend
12. For Now
13. Pick up the Torch
14. Spinning Out
15. Symphony of Subconscious
16. Rising Force
Banda:
Ven Thangaraj - Bass
Mike Kerr - Guitars
Joe Bertola - Drums
Ian Raposa - Vocals








Sem comentários:

Publicar um comentário