segunda-feira, 25 de dezembro de 2017

POST DA SEMANA Last Autumn's Dream - Fourteen (2017) Suécia



Os melódicos rockers suecos LAST AUTUMN'S DREAM têm uma tradição; eles sempre lançaram com uma precisão metronómica um novo álbum a cada ano no Japão alguns dias antes do Natal, enquanto o mercado europeu está sempre atrasado na entrega. Esta é a versão europeia do novo álbum da banda "Fourteen", que será lançado em fevereiro de 2018.
Last Autumn's Dream comemora o seu 15º aniversário em 2018, e este é o seu 14º álbum de estúdio que mostra desde a capa o gosto pelo Japão.
Sempre liderado pelo vocalista Mikael Erlandsson (LOVER UNDER COVER / SALUTE), o novo álbum vê a banda optar por um som mais "terrestre": não tão poppy como alguns dos mais recentes trabalhos e mais orientados para o rock.
Isto é especialmente notável no som da bateria, menos processado e a mistura geral onde as guitarras ganham mais presença.
Após a breve introdução 'Rise An' Shine '- que cria uma atmosfera agradável - primeira música 'Go!' é a música mais "hard rocking" que os Last Autumn's Dream gravaram em anos, ainda mantendo sua característica cativante.
Erlandsson está na melhor forma, adicionando mais energia ao seu desempenho vocal, a juntar ao reforço dos Last Autumn's Dream em 2018. Na mesma linha - ainda mais hard - há a faixa 9 'Get Them All'.
O clássico LAD aparece no ridiculamente atraente 'I Do not Wanna Wait', o melódico rocker animado pelo baixo 'Let The Curtain Fall' e o rocker tipicamente sueco 'Would not U Like'.
Claro que temos as baladas clássicas da banda, na forma do belo 'Love Again', muito bem organizado.
No entanto, uma prova deste material mais orientado para a guitarra surge novamente em 'Siren', um blues mid-tempo rocker com bastantes riffs e 'Shadow Of The Night' (feito famoso por PAT BENATAR em 1982), uma faixa feita na verdadeira moda de BON JOVI na era de Nova Jérsei.
Os Last Autumn's Dream nunca falham na entrega de material de qualidade. Este "Fourteen" deve ser o seu melhor álbum em muitos anos, ou pelo menos um diferente em termos de som.
Adorei a poppy, o leve som estilo AOR dos últimos discos, mas isso começou a tornar se um pouco repetitivo. Este novo álbum mostra a banda a recapturar o lado rock de suas origens, não perdendo nada de cativante.





Temas:
01 - Rise An' Shine
02 - Go!
03 - Siren
04 - I Don't Wanna Wait
05 - Shadow Of The Night
06 - Turn It Up
07 - Let The Curtain Fall
08 - Wouldn't U Like
09 - Get Them All
10 - Walkin' Talkin' Miracle
11 - Love Again
Banda:
Mikael Erlandsson (Vocals)
Peter Soderstrom (Guitar)
Jamie Borger (Drums)
Nalle Pahlsson (Bass)
Ulf Wahlberg (Keyboards)




Sem comentários:

Publicar um comentário