sexta-feira, 11 de outubro de 2019

Kadavar - For the Dead Travel Fast (2019) Alemanha


Quinto álbum de estúdio dos alemães Kadavar e variação no som do trio que já com o anterior "Rough Times", sempre na Nuclear Blast como o novo "For The Dead Travel Fast", conseguiu dar novas pistas para o retro rock, sempre a espinha dorsal do grupo.
O vocalista e guitarrista Lupus ficou impressionado ao ouvir a trilha sonora de "Suspiria" pelos Goblin, chegando a perturbar a atmosfera sombria e gótica já com a frase que dá título ao trabalho, realizado pelo poeta Gottfried August Bürger, também citado por Bram Stoker no seu imortal "Dracula". Somos confrontados com nove faixas que soam como congestionamentos de estúdio reais, unidas por um som sinistro e abertamente anos setenta, ainda mais do que o habitual, que se refere a lugares sombrios e sinistros como o castelo de Vlad Tepes imortalizado na capa: o humor vampiresco e sinistro já permeia o breve inicio "The End", fazendo grandes redemoinhos de incenso e ansiedades aumentarem por não saber o que estará por trás da próxima esquina imaginária na estrada que é idealmente percorrida. A metáfora de tudo o que é obscuro e que vive nas trevas da mente, representada como uma luta entre as forças do bem e as das trevas, refiro-me aos eventos da vida e para enfrentar as experiências que aparecem diante de nós: a trilha sonora representada por esse novo disco dos Kadavar corresponde a isso, nada mais e nada menos.
Observe que tu não te deparas com um mero exercício de estilo, mas com uma nova evolução para o grupo que nos lança nos anos setenta e enfumaçados (os arranjos de "Children Of The Night", acompanhados por um arpejo inicial absolutamente sinistro) , salientando agora com guitarras protagonistas e poderosas como em "Poison" ou fazendo o wah wah e acordes sujos que caracterizam "Demons In My Mind": a voz de Lupus, então, consegue ser expressiva como nunca antes e passar por seu próprio espectro de frequências para fazer um teste de valor absoluto que aprimora o teste da seção rítmica de Tiger e Dragon. E para variar ainda mais a proposta, há o carinhosos e persuasivos "Saturnales" que precede a "Long Forgotten Song", uma faixa dos créditos finais que fecha um álbum de muito sucesso: "For The Dead Travel Fast" representa um grande passo à frente para Kadavar e, ao mesmo tempo, uma fantástica reinterpretação de um género que, mesmo que não invente algo novo, mantém o ouvinte colado dessa maneira.





Temas:
01. The End
02. The Devil?s Master
03. Evil Forces
04. Children Of The Night
05. Dancing With The Dead
06. Poison
07. Demons In My Mind
08. Saturnales
09. Long Forgotten Song
Banda:
Christoph ‘Lupus’ Lindemann / Vocals, Guitars
Christoph ‘Tiger’ Bartelt / Drums
Simon ‘Dragon’ Bouteloup / Bass






Sem comentários:

Publicar um comentário