sábado, 14 de dezembro de 2019

POST DA SEMANA Signum Regis - The Seal of a New World (2019) Eslováquia



Minha última experiência com os Signum Regis da Eslováquia foi com o Chapter IV - The Reckoning de 2015, praticamente um álbum de power metal direto. Na verdade, eu pensei que eles haviam caído do planeta power metal. Mas não. Em 2017, eles comemoraram seu décimo aniversário com o quinto álbum de estúdio, Decennium Primum. Agora os Signum Regis voltam com seu novo e mais recente álbum, The Seal Of A New World, que apresenta aos fãs o seu novo vocalista, Jota Fortinho (Nine Circles).
O novo álbum encontra Signum Regis revisitando sua versão do melódico power metal europeu. Sua receita de metal consiste principalmente de riffs agudos, solos de guitarra, sintetizadores e embelezamento, com tudo embrulhado em galope e groove numa seção rítmica movimentada. Embora essa fórmula seja familiar, tu podes notar algumas nuances de metal progressivo, pois as músicas podem ser levemente complexas às vezes. Quanto ao novo vocalista Jota Fortinho canta limpo, com bom alcance e acompanhando facilmente a melodia e a harmonia da música. Fortihno tem alguns momentos singulares para brilhar através de paragens vocais em I Always Go All In e The City Of God. Alternativamente, dentro do tema título, ele alterna entre vocais limpos e crus, screamo. Bastante desagradável nisso. Além disso, os aficionados da guitarra vão ficar loucos com o trabalho brincalhão de Filip Kolus.
Para mencionar algumas músicas adicionais, para o power metal sacudir tuas paredes e derreter teu cérebro, ouve Scheme Of Lies, Fly Away ou Kings Of The Underground. Como alternativa, com um ritmo moderado, o A Memory se volta mais para o rock groove, guitarra e harmonia vocal com um refrão cativante. Logo após a metade, há um bom colapso jazzístico com guitarra, baixo e bateria. No final do álbum, com Shalom, Signum Regis lança uma balada hino metal. Começando com a voz sobre a guitarra e bateria, um solo suave de guitarra segue no meio, e então a música sobe para um riff e sintetizador sinfônico. No fim das contas, se gostas de melódico power metal, talvez com algumas nuances de prog., poderás apreciar o último álbum dos Signum Regis, The Seal Of A New World.





Temas:
01. Kings of the Underground (5:07)
02. Prisoner's Elegy (4:39)
03. I Always Go All-In (5:00)
04. The City of God (5:16)
05. The Seal of a New World (4:04)
06. A Memory (3:54)
07. Phantasmagoria (5:28)
08. Let Freedom Ring (6:19)
09. Never Surrender (4:15)
10. Fly Away (5:36)
11. Shalom (5:34)
12. Scheme of Lies (5:21)
Banda:
Jota Fortinho – Lead vocals
Filip Koluš – Guitars
Ronnie König – Bass
Ján Tupý – Keyboards, backing vocals
Jaro Jančula – Drums








Sem comentários:

Publicar um comentário