quinta-feira, 12 de dezembro de 2019

Perfect Crime - The Battlefield (2019) Rússia



Já se passaram seis anos desde que os russos do clássico hard rock, PERFECT CRIME, nos surpreenderam com sua estreia auto intitulada. Eu pensei que a banda estava parada, mas eles apoiaram os Scorpions no mês passado e, melhor ainda, eles estão lançando seu novo álbum "The Battlefield".
Inspirado no Hard Rock de estilo americano do final dos anos 80 / início dos anos 90 e dirigido por fortes guitarras rítmicas, linhas de baixo cheias, ressonância de tarolas e pratos, solos bastante quentes para começar, "The Battlefield" rocks.
Em nossa análise do álbum anterior da banda, dissemos; “Perfect Crime soa mais americano do que muitos grupos nascidos nos EUA, na linha de Slaughter, Britny Fox, Steelheart / Ugly Kid Joe e alguns anos depois dos Guns N 'Roses.
Bem, todas essas influências ainda estão lá, no entanto, para "The Battlefield", os músicos endureceram seu som em algo semelhante aos dois primeiros álbuns dos Skid Row, pelo menos na primeira metade do CD.
Basta ouvir 'Dangerous Game', semelhante à estreia dos Skid, e a faixa-título mais pesada, 'The Battlefield', semelhante ao álbum 'Slave To the Grind'. A mesma fúria melódica também aparece em 'Speed Kills'.
Então 'Destination Reached' é melódico, mas enérgico e sleazy, e a poderosa balada de Firehouse aparece para 'Love Is ... (Just a Crime)', uma música também com muitas influências de Slaughter.
'Free' é um dos meus temas favoritos com seus vocais tristes e guitarras groovy, onde os sintetizadores de fundo o fazem pensar em Danger Danger, mas em esteroides, porque as guitarras rítmicas são mais nítidas.
Parece que os músicos reservaram as melhores coisas para a segunda metade do álbum, já que 'Real Love' é outro grande tema melódico, onde Firehouse se une com Dokken. É uma música muito boa, com um refrão contagiante.
‘Either Way’ rocks com um ritmo saltitante e um ótimo riff no meio do tema que parece ter escapado do auto-título de Skid Row, e onde os vocais principais brilham. Mais perto ‘Hey, Priest!’ é um rocker simples e divertido, leve no molde Trixter.
“The Battlefield”, dos Perfect Crimes, se mistura com músicas mais pesadas e melódicas, mas todas influenciadas pela cena americana entre 1988-1991. Os músicos são habilidosos em composição e como músicos, enquanto a produção é boa para este estilo.
Muito sólidos e divertidos são da Rússia, mas estão ligados à América ... há 30 anos.





Temas:
01 – The Tempest
02 – Dangerous Game
03 – The Battlefield
04 – Speed Kills
05 – Destination Reached
06 – Love Is… (Just a Crime)
07 – Too Late
08 – Free
09 – Real Love
10 – Either Way
11 – Hey, Priest!






Sem comentários:

Publicar um comentário