terça-feira, 18 de agosto de 2020

POST DA SEMANA : Ghost Avenue - Even Angels Fail (2020) Noruega

 

“The Best of the Best” é a faixa liricamente vulgar, mas musicalmente cativante a faixa de abertura de Even Angels Fail, o quarto álbum da banda Ghost Avenue de Oslo tocando Tradicional / Melodic Metal. Apegada a um sólido estilo de tradicional metal dos anos oitenta, a canção, sobre um tipo de mercenário arrasador que se torna um herói, poderia se encaixar facilmente em qualquer banda sonora de herói de ação de segunda camada daquela época, talvez não nas fotos de Stallone ou Schwarzenegger, mas possivelmente na Van Dammes ou Seagals. Existem centenas de músicas cobrindo o mesmo assunto, mas a entrega firme da banda e uma performance vocal de primeira linha da cantora Kim Sandvik ajudam a trazer um resultado agradável. “Breakdown” continua o som metal dos anos oitenta estabelecido pela faixa de abertura, uma que Ghost Avenue raramente se desviará de Even Angels Fail - algo mais difícil e guerreiro do que o Hair Metal daquela época, mas não tão hard ou os arena headliners do Tempo. Pense em WASP, Dirty Looks, Loudness ou Dokken no seu limite mais difícil. As guitarras costumam ter um tom Dokkenesco em Even Angels Fail, mais evidente em “Wasted Generation”. Uma das melhores faixas do álbum, “Wasted Generation” tem um refrão elegante e uma pausa prolongada de guitarra. Não há nenhuma surpresa real na parte intermedia do álbum, apenas músicas confiáveis e agradáveis seguindo o padrão de verso / refrão / verso / refrão / solo / refrão. “Hero” adiciona alguns vocais de apoio e termina com um emocionante colapso musical galopante no final; “Northman” começa com uma batida de tambor marchando antes de Kim nos dizer “They came in long ships across the sea”, preparando a mesa para mais uma música sobre invasão e guerra para adicionar aos arquivos do Metal. Embora nunca saia daí para causar um impacto de “Run To The Hills”, é uma canção com um som decente, como as outras nove em Even Angels Fail. “A Violent Disturbance Of The Peace” quebra um pouco o padrão, adicionando riff e ritmos com inflexão Thrash a uma canção sobre um mundo onde “the mob rules the streets” Ghost Avenue deixa o melhor (embora não seja “The Best Of The Best”) para o final, fechando com o tema do título muito forte, que com mais de seis minutos é o tema mais longo do álbum, mas parece o mais curto. Não é uma mudança de jogo em qualquer medida, Even Angels Fail, no entanto, é uma coleção consistente e confiável de canções que agradam a qualquer ouvido em busca de uma experiência de Tradicional Metal. 

Temas:
01. Best of the Best (04:09)
02. Breakdown (05:02)
03. Wasted Generation (05:29)
04. The Fallen (05:37)
05. Still Craving (04:52)
06. Take Cover (04:24)
07. Northman (05:19)
08. Hero (04:24)
09. A Violent Disturbance of the Peace (05:06)
10. Even Angels Fail (06:23)
Banda:
Magnus Liseter - Bass
Petter Lein - Drums
Andre Berger - Guitars
Kim Sandvik - Vocals
Thomas Eljarbo - Guitars




Sem comentários:

Publicar um comentário